SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.1 número1Revisión de 13 especies de la familia Triatominae (Hemiptera: Reduviidae) vectores de la enfermedad de Chagas, en México índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Journal of the Selva Andina Research Society

versão On-line ISSN 2072-9294

J. Selva Andina Res. Soc. v.1 n.1 La Paz  2010

 

CARTAS AL EDITOR

 

Avaliação do efeito deterrente de extratos vegetais sobre Papilio thoas brasiliensis (Lepidoptera: Papilionidae) Rothschild & Jordan, 1906

 

Deterrent effect evaluation of vegetal extracts on Papilio thoas brasiliensis (Lepidoptera: Papilionidae) Rothschild & Jordan, 1906

 

 

Cupertino de Souza Débora María2*, Mara-Mussury Rosilda1

 

1Faculdade de Ciências Biológicas e Ambientais/UFGD.

2Universidade Federal da Grande Dourados-UFGD/Faculdade de Ciências Biológicas e Ambientais-FCBA.

*Endereço de contato: Mara Mussury Rosilda. E-mail. maramussury@ufgd.edu.br

 

 


 

 

Sr Editor

A crescente preocupação mundial tem motivado pesquisadores a buscarem alternativas consideradas saudáveis e que controlem insetos-praga e doenças. Dentre estas alternativas, destaca-se a utilização de aleloquímicos extraídos de plantas (Jacobson 1989), pois são produtos naturais que reduzem os efeitos negativos ocasionados pela aplicação descontrolada de inseticidas organossintéticos (Medeiros et al 2005), reduzindo o desenvolvimento de populações resistentes do inseto, e o aparecimento de novas pragas ou a ressurgência de outras (Souza 2004). O uso de extratos de plantas medicinais faz com que determinados componentes ativos presentes nos vegetais, quando utilizados de forma concentrada, atuem no controle de insetos, inibindo sua alimentação ou prejudicando-os após a ingestão (Costa et al 2004). Muitas apresentam sobre os insetos efeito tóxico, inibição de crescimento, redução de fecundidade, fertilidade e repelência dado os compostos metabólicos secundários que apresentam como alcalóides, terpenos, flavonóides e esteróides com propriedades medicinais comprovadas (Di Stasi 1996), se justificado, portanto, o uso delas no controle de pragas. Assim, a presente pesquisa teve por objetivo avaliar o efeito deterrente de extratos de espécies medicinais de Atropa belladonna L. (belladona); Azadirachta indica A. Juss. (nim); Mikania glomerata Spreng. (guaco); Symphytum officinale L. (confrei); Ruta graveolens L. (arruda); sobre Papilio thoas brasiliensis (Lepidoptera: Papilionidae). Na presente pesquisa o destaque deve ser dado ao confrei e nim pelo efeito deterrente apresentado. No presente estudo foi possível determinar que houve deterrência, mas não há como informar se outros efeitos ocorreram somados a esse.

 

Literatura citada

Costa ELN, Silva RFP, Fiúza LM. Efeitos, aplicações e limitações de extratos de plantas inseticidas. Rev. Acta Biol. Leopoldensia. 2004; 26(2): 173-185.

 Di Stasi, LC. Química de produtos naturais. In: Di Stasi LC. Plantas medicinais: arte e ciência - um guia de estudos multidisciplinar. São Paulo: Universidade Paulista Editora; 1996; p. 109-127.         [ Links ]

Jacobson M. Botanical Pesticides: past, present and future. In: Arnason JT, Philogene BJR, Morand P. Inseticides of plant origin. Washington: ACS; 1989: p. 1-7.         [ Links ]

Medeiros CAM, Boica Junior AL, Torres AL. Efeito de extratos aquosos de plantas na oviposição da traça-das-crucíferas, em couve. Bragantia,  Campinas. 2005; 64( 2): 447-57.  

Souza DN. Bioatividade de extratos vegetais sobre a biologia de Spodoptera frugiperda (J.E.Smith, 1797) (Lepdoptera: Noctividae): Monografia (Bacharelado em Ciências Biológicas). Campina Grande: Universidade Estadual da Paraíba; 2004.         [ Links ]

____________________

Recibido: Marzo 15, 2010.
Aceptado Julio 15, 2010

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons