SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 número1EVALUACIÓN DE PROCEDIMIENTOS PARA EL DIAGNÓSTICO DE DISCAPACIDAD INTELECTUAL EN ESTUDIANTES CON DISCAPACIDADES MÚLTIPLESESTRUCTURA FAMILIAR EN UN PACIENTE ESQUIZOFRÉNICO DE ORIGEN AYMARA. ESTUDIO DE CASO índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Ajayu Órgano de Difusión Científica del Departamento de Psicología UCBSP

versión On-line ISSN 2077-2161

Resumen

DIAZ VIDELA, Marcos. ¿QUÉ ES UNA MASCOTA? OBJETOS Y MIEMBROS DE LA FAMILIA. Ajayu [online]. 2017, vol.15, n.1, pp. 53-69. ISSN 2077-2161.

Na maior parte dos países ocidentais, o número de lares que tem bichos de estimação, principalmente cachorros e gatos, tem crescido nas últimas décadas. Contudo, a utilização do termo bicho de estimação tem recebido diversos questionamentos pois não levaria em conta a integridade do animal. Por causa disso, muitos autores escolheram o termo animal de companhia, pois ele reflete um relacionamento mais igualitário. Porém, o último termo citado tem sido também questionado e não é necessariamente intercambiável com o termo bicho de estimação. Bicho de estimação contra animal de companhia parece refletir a maneira dual na que estes animais são considerados e tratados. São aqui expostos os desenvolvimentos vinculados `a origem da posse de bichos de estimação e sua evolução histórica, discutidos `a partir das mais recentes mudanças culturais. Finalmente, e a modo de conclusão, destaca-se o potencial destes animais para questionar nas pessoas o seu posicionamento antropocêntrico no mundo, fomentando um tipo de tratamento mais igualitário com os animais e o mundo natural.

Palabras clave : animal de companhia; antropocentrismo; bicho de estimação; interação humano-animal.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License