SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 número21Teorías de la comunicación en los tiempos de la amistad virtual índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Punto Cero

versão On-line ISSN 1815-0276

Resumo

OTERO, Edison. Punto Cero [online]. 2010, vol.15, n.21, pp. 7-15. ISSN 1815-0276.

Este artigo explora os argumentos apresentados em anos anteriores (Otero, 2006), que, com base na literatura pertinente (1983-2004), argumentou que o estudo dos fenômenos de comunicação som um produto intelectual fragmentado e disperso, uma multiplicidade de pontos vista que não falam lês uns com os outros e cultivam a ignorância mútua e a exclusão. Na busca de uma explicação sobre a condição de problema, fez-se referência à distinção entre a ciência pré-paradigmática e paradigmática, desenvolvida pelo filósofo e historiador da ciência Thomas S. Kuhn, que argumentou que o estatuto dos estudos em teoria da comunicação se encaixa bem com a condição de um campo de imaturos de pesquisa. Para o presente estudo analisaram-se artigos publicados em revistas de comunicação entre 2005 e 2010 com o objetivo de verificar se a tese de estudos de fragmentação ainda é considerada um fato básico. As histórias recentes convergem no diagnóstico de fragmentação e é preciso uma explicação baseada na distinção entre entidade administrativa e institucional ou entidade intelectual, tal como formulado pelo estudioso norte-americano John D. Peters.

Palavras-chave : estudos da comunicação; fragmentação; desenvolvimento institucional; desenvolvimento intelectual.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License