SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 número15Esperanza ante una promesa sin cambio: el desarrollo y la educación en el contexto actualEl derecho del público a saber es el derecho a vivir índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Punto Cero

versión On-line ISSN 1815-0276

Resumen

La imposibilidad mestiza en La nación clandestina. Construcciones emblemáticas en el cine de Jorge Sanjinés*. Punto Cero [online]. 2007, vol.12, n.15, pp. 51-58. ISSN 1815-0276.

Neste artigo se analisa a representação crítica da mestiçagem que o cineasta boliviano Jorge Sanjinés apresenta em seu film A nação clandestina (1989). Se postula que no filme, o fundamental expressa a preocupação pela construção da nação cultural boliviana, a mestiçagem -como categoría social- é superado e mais bem sujeito a uma impossibilidade. Pelo contrario, o filme mostra uma nação fundada na “essência andina” que, pelo demais, Sanjinés pretende reforçar não só com o argumento do filme senão também com os modelos narrativos que aplica e que afirman sua posição política-ideológica.

Palabras clave : Cinema; Mestiçagem; Nação.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License